Bem-estar animal para um futuro sustentável

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adotada por todos os Estados Membros das Nações Unidas em 2015, fornece um plano compartilhado para a paz e a prosperidade para as pessoas e o planeta, agora e no futuro. Ele mapeia uma nova estratégia de crescimento sustentável e inclusivo para impulsionar a economia, melhorar a saúde e a qualidade de vida das pessoas, cuidar da natureza e não deixar ninguém para trás.

Em seu cerne estão os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são um apelo urgente à ação de todos os países para melhorar a saúde e a educação, reduzir a desigualdade e estimular o crescimento econômico.

A missão da Silvateam quer seguir este caminho holístico para o desenvolvimento sustentável, explorando os dons naturais dos seus extratos para reduzir a pegada ambiental e climática do sistema alimentar e reforçar a sua resiliência, garantindo a segurança alimentar face às alterações climáticas e alcançando uma sustentabilidade competitiva, da fazenda ao garfo.

Os taninos, saponinas e polifenóis da castanha e do quebracho podem ajudar a reduzir as emissões específicas de gases de efeito estufa (GEE), podendo influenciar a composição e a quantidade do esterco para diminuir a excreção de nitrogênio no meio ambiente derivada da alimentação. Nosso foco de P&D é explorar essas propriedades naturais para ajudar a reduzir as emissões de GEEs como metano (CH4), amônia (NH3) e óxido nitroso (N2O), reduzindo assim as emissões diretas e indiretas da pegada de carbono da produção animal.

Ao mesmo tempo, o aumento da resistência antimicrobiana está reforçando uma necessidade já urgente de soluções alternativas sustentáveis para manter a saúde intestinal ideal no gado. As moléculas bioativas presentes no Silvafeed podem certamente ser uma delas, graças à sua forte e seletiva atividade inibitória à qual esses patógenos nocivos não desenvolvem resistência.

Somente entre empresas
Algumas declarações ou classificações de produtos podem não ser aplicáveis em seu país. As alegações mencionadas referem-se apenas a ingredientes e, portanto, não se referem a produtos acabados.